Tese de doutorado de Stephen Hawking é leiloada por R$ 2,8 milhões

Stephen Hawking morreu em março de 2018 aos 76 anos (Foto: NASA/Kim Shiflett/Wikimedia Commons)
Considerada uma das mais prestigiadas casas de leil&otilde;es do planeta, a Christie&#39;s colocou &agrave; disposi&ccedil;&atilde;o de compradores dezenas de itens relacionados a grandes figuras da ci&ecirc;ncia, como Albert Einstein, Charles Darwin, Isaac Newton e Stephen Hawking. Entre os destaques estava uma&nbsp;das c&oacute;pias originais de <em>Propriedades do Universo Em Expans&atilde;o</em>, tese de doutorado de Hawking defendida em 1965 na Universidade de Cambridge: um comprador pagou 584,7 mil libras pela publica&ccedil;&atilde;o&nbsp;&mdash; o equivalente a R$ 2,8 milh&otilde;es na atual cota&ccedil;&atilde;o.&nbsp;


De acordo com a Christie&#39;s,&nbsp;outros itens que tinham alguma rela&ccedil;&atilde;o com a vida de Hawking renderam quase 600 mil libras no leil&atilde;o &mdash; o equivalente a R$ 2,9 milh&otilde;es. Uma cadeira de rodas que pertenceu ao cientista foi arrematada por 300 mil libras (o equivalente a R$ 1,4 milh&atilde;o na atual cota&ccedil;&atilde;o) &mdash; o astrof&iacute;sico brit&acirc;nico morreu em mar&ccedil;o deste ano aos 76 anos.


Parte dos lucros obtidos com as vendas dos itens de Hawking ir&atilde;o para obras de assist&ecirc;ncia social: a Funda&ccedil;&atilde;o Stephen Hawking e a Associa&ccedil;&atilde;o da Doen&ccedil;a do Neur&ocirc;nio Motor.&nbsp;H&aacute; d&eacute;cadas o astrof&iacute;sico convivia com esclerose lateral amiotr&oacute;fica, doen&ccedil;a respons&aacute;vel por paralisar os m&uacute;sculos do corpo, mas que n&atilde;o comprometeu suas fun&ccedil;&otilde;es cerebrais. Considerada uma das mentes mais brilhantes da hist&oacute;ria da ci&ecirc;ncia, ele fez grandes contribui&ccedil;&otilde;es &agrave; comunidade cient&iacute;fica, com teorias como a do espa&ccedil;o-tempo e do funcionamento dos buracos negros.
Cadeira de rodas que será leiloada  (Foto: Divulgação/ Christie&#39;s)
&nbsp;


O evento promovido pela casa de leil&otilde;es recebeu o sugestivo nome de &quot;Sobre o Ombro de Gigantes&quot;: a cita&ccedil;&atilde;o faz parte de uma c&eacute;lebre frase atribu&iacute;da ao f&iacute;sico brit&acirc;nico Isaac Newton, que escreveu em 1675 que &quot;se eu vi mais longe, foi por estar sobre ombros de gigantes&quot;. Segundo a Christie&#39;s, um manuscrito de Newton foi vendido no leil&atilde;o por 100 mil libras, o equivalente a R$ 490 mil.&nbsp;


Os compradores tamb&eacute;m disputaram uma carta escrita pelo naturalista brit&acirc;nico Charles Darwin com suas opini&otilde;es sobre uma expedi&ccedil;&atilde;o realizada por cientistas a bordo do navio HMS Challenger: o documento foi vendido por 56,2 mil libras (que corresponde a R$ 275 mil).&nbsp;


Duas cartas escritas pelo f&iacute;sico alem&atilde;o Albert Einstein tamb&eacute;m estiveram dispon&iacute;veis no leil&atilde;o. Um de seus manuscritos foi vendido por 32,5 mil libras (R$ 157 mil), enquanto uma carta de Einstein com suas opini&otilde;es sobre o legado cient&iacute;fico de Isaac Newton foi arrematada por 13,7 mil libras (R$ 67 mil).&nbsp;


<em>Curte o conte&uacute;do da <strong>GALILEU? </strong>Tem mais de onde ele veio: <a href="https://www.globomais.com.br/" target="_blank">baixe o app Globo Mais</a> para ler reportagens exclusivas e ficar por dentro de todas as publica&ccedil;&otilde;es da Editora Globo. Voc&ecirc; tamb&eacute;m pode <a href="https://www.assineglobo.com.br/produtos/galileu/GC/?site_par=1&amp;origem_par=1&amp;formato_par=GC_MENSAL&amp;versao_par=CAPA&amp;utm_source=capa&amp;utm_medium=site&amp;utm_campaign=gc_mensal&amp;utm_content=capa:site:gc_mensal:capa&amp;utm_term=capa" target="_blank">assinar a revista,</a> a partir de R$ 4,90, e ter acesso &agrave;s nossas edi&ccedil;&otilde;es.</em>

Deixe uma resposta