Mais de 80 pessoas são sequestradas em escola de Camarões

Pelo menos 82 pessoas – 79 estudantes e três funcionários – foram sequestradas na madrugada desta segunda-feira (5) em uma escola em Nkwen, cidade situada em uma das duas regiões anglófonas de Camarões. A autoria do sequestro ainda não foi assumida por nenhum grupo.

“Durante a noite de domingo para segunda-feira, 82 estudantes e professores foram sequestrados”, disse a fonte, que pediu o anonimato e acrescentou que os fatos aconteceram na Escola Presbiteriana de Nkwen, que funciona como internato misto para crianças de 10 a 14 anos.

Alguns dos reféns foram liberados. “As operações de busca começaram a encontrar os reféns, a mobilização é total”, acrescentou a mesma fonte após uma reunião de crise do executivo. Ainda não se sabe ao certo quem são os responsáveis pelos sequestros.

O diretor da Escola Presbiteriana Secundária, um professor e um motorista estão entre os reféns, além dos alunos, segundo o governador local.

As duas regiões anglófonas dos Camarões, no noroeste e no sudoeste, são desestabilizadas por grupos separatistas armados que pretendem proclamar um Estado independente, restaurando assim a “dignidade” de uma minoria que se considera marginalizada pelo governo central, dominada pelos povos.

Eles alegam que, como minoria de língua inglesa, são marginalizados pelo governo francófono.

(Com Estadão Conteúdo, AFP e EFE)

Deixe uma resposta