Empresas brasileiras criam campanha digital sobre metas de desenvolvimento sustentável da ONU

A Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável foi estabelecida pelos países-membros da ONU no fim de 2015. Foto: ONU

A Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável foi adotada pelos países-membros da ONU no fim de 2015. Foto: ONU

Oitenta empresas da Rede Brasil do Pacto Global começam neste mês uma campanha online para chamar mais companhias e instituições a apoiar a Agenda 2030 da ONU. A cada semana, as organizações participantes vão divulgar posts em suas redes sociais sobre cada um dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

As publicações vão abordar os desafios de implementaçaõ dessas metas. A campanha ODS e o Setor Empresarial também é uma oportunidade de as empresas reforçarem seu compromisso com os ODS mais associados ao seu trabalho e setor ou aos seus programas de sustentabilidade.

A iniciativa foi concebida pela Comissão de Engajamento e Comunicação (CEC), formada por comunicadores e profissionais de sustentabilidade dos membros do Pacto Global.

Empresas podem aderir à campanha

Quem não se inscreveu e tem interesse em aderir, pode enviar um e-mail para pacto.global@undp.org.

Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Em 2015, a ONU propôs aos seus países-membros uma nova agenda de desenvolvimento sustentável para os próximos 15 anos, a Agenda 2030, composta pelos 17 ODS. Essas metas proprõem assegurar os direitos humanos, acabar com a pobreza, lutar contra a desigualdade e a injustiça sociais, alcançar a igualdade de gênero e o empoderamento de mulheres e meninas, combater as mudanças climáticas, entre outros desafios.

Conheça os 17 ODS clicando aqui.

O setor privado tem um papel essencial na implementação dessa agenda, pois tem recursos econômicos, capacidade para impulsionar inovações tecnológicas e alcance entre os mais diversos públicos — governos, fornecedores, colaboradores e consumidores.

Acesse a lista completa de empresas que participam da campanha clicando aqui.

Deixe uma resposta